Metro: a luta do PCP e o silêncio do bloco central

Metro

 

Imagem@Novidades de Henrique Almeida Cayolla

No final do passado mês de Abril, o PCP entregou na Assembleia da República um projecto de resolução cujo o objectivo é garantir a construção do metro até à Trofa até ao final do segundo semestre de 2016. É bom saber que nem todos os partidos se escondem por trás de expedientes burocráticos e que apenas apoiam esta obra quando lhe convém eleitoralmente, quando estão na oposição ou quando lhes apetece dar uma de bairrista. E se há algo que se instrumentaliza por cá nos dias que correm, esse algo é com toda a certeza o bairrismo. Às vezes é tão denunciado e falso que chega a causar repulsa.

Se é verdade que o poder do PCP no Parlamento é diminuto, na medida em que a sua representação é pequena quando comparada com os seus pares do bloco central, não é menos verdade que os comunistas têm sido, como de resto é hábito neles, para o bem e para o mal, fiéis à mesma linha de argumentação no que à luta pelo dossier metro diz respeito. Honório Novo, um dos melhores deputados que tive oportunidade de ver na Assembleia da República, foi um farol por esta reivindicação. O trofense Jaime Toga tem sido incansável sobre esta matéria. O PCP Trofa nunca deixou cair esta bandeira. O mesmo não podemos dizer sobre PSD (com ou sem CDS) e de PS, tendo já ambos mentido e manipulado de forma descarada sobre a resolução do problema sem que fossem penalizados por isso. E sem que qualquer tipo de solução tenha sido obtida claro.

O local escolhido para a apresentação da proposta do PCP é já um símbolo na luta trofense pela vinda do metro para o concelho: a estação do Muro, local de manifestações e poesia interventiva nas paredes. Ali, Jaime Toga explicou que se pretende dar continuidade ao projecto apresentado em 2012, que recomendava ao governo a extensão da linha C do ISMAI até à Trofa, propondo uma calendarização para a concretização da obra e desta forma criar um compromisso que não permita o projecto acabar enfiado numa gaveta do Terreiro do Paço.

Jaime Toga insistiu no discurso eleitoralista que tem marcado o debate entre as forças do bloco central trofense em torno deste tema. Depois das promessas, dos cartazes enganadores e dos teatros com secretários de Estado, a realidade é que o metro é cada vez mais uma miragem. Adicionalmente, a intenção do governo em entregar a concessão da Metro do Porto a uma empresa privada espanhola aumenta em 10 anos o período durante o qual não haverá qualquer avanço nesta matéria, um acordo com meses relativamente ao qual não é conhecida qualquer tomada de posição da parte da coligação Unidos pela Trofa. Vale a pena ler o artigo do dirigente comunista Jaime Toga n’O Notícias da Trofa.

Sobre este tema, o programa eleitoral da coligação Unidos pela Trofa às Autárquicas da Trofa diz o seguinte:

Financeiramente, da forma como o país está, o investimento que a Metro tem que fazer na Trofa torna-se viável se definirmos duas fases distintas em termos de prazos: numa primeira fase, a ligar o ISMAI ao Muro (uma prioridade da qual não abdicaremos e que representa uma distância reduzida); de seguida, estabelecer a ligação do Muro com o centro da Trofa e criar um interface rodoferroviário junto da actual estação de Caminhos-de-ferro. Sem abdicar deste direito do concelho da Trofa em ter o Metro até ao centro da cidade.

Mas a verdade é que o segundo ano de mandato está a aproximar-se do fim e os avanços conhecidos são zero. A freguesia do Muro continua a ser a mais prejudicada mas é a Trofa como um todo que continua numa situação precária no que às acessibilidades diz respeito. Até quando? Talvez até às próximas Autárquicas.

Advertisements
This entry was posted in Metro and tagged , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to Metro: a luta do PCP e o silêncio do bloco central

  1. Pingback: O PSD e o eterno aproveitamento político da questão do metro | …e a Trofa é minha!

Deixa aqui o teu comentário...

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s