Episódio II – O Ataque dos Clones

(texto originalmente publicado a 22 de Maio de 2013 no Facebook)

No segundo episódio da saga Star Wars, a República está ameaçada por uma divisão subversivamente instigada pelos Siths e liderada pelo Conde Dooku. À beira de uma guerra civil, Obi-Wan Kenobi acaba por descobrir um exército de clones, encomendado pela República, para conter a ameaça liderada pelos separatistas que estavam também a formar o seu exército de droids. No sistema “galáctico” da Trofa, clones, droids e subversão são algo de recorrente. No entanto, não é necessário possuir uma elevada concentração de midi-chlorians para observar estas armadilhas, elas são tão claras como a concentração de Força no jovem Anakin Skywalker…

*****

Na “República da Trofa”, nunca houve grande consenso. Não porque tal não seja possível ou não vá de encontro ao interesse comum que alguns afirmam hipocritamente defender mas simplesmente porque tal não serve os interesses da maioria daqueles que dominam o debate político e cujos argumentos se limitam, regra geral, ao ataque ao “planeta” inimigo. Quem se interessa por temas de história ou política sabe bem que a máxima “dividir para reinar” está viva e apesar de não se recomendar e usada em abundância. É mais fácil vencer eleições atacando a vida pessoal dos oponentes e explorando os pontos fracos da sua governação do que simplesmente apresentar novos caminhos e ideias que sejam exequíveis e credíveis. Da mesma forma, a hipocrisia de atacar os adversários por situações que se toleram quando é o próprio partido a levá-las a cabo (um exemplo perfeito desta situação na Trofa são as críticas constantes de uma significativa parte dos políticos activos do PSD (e de algumas “espécies” de políticos jotas) à ausência de obra do actual executivo por alegada falta de financiamento resultante da política de austeridade em curso no país quando a maioria destas pessoas defende com unhas e dentes essa mesma política de austeridade imposta pelo actual governo PSD/CDS-PP, roçando simultaneamente o humor e a estupidez) e a ausência de valores éticos são bem visíveis pelas constantes promessas que apenas servem para iludir um eleitorado cada vez mais cansado de políticos sem coluna vertebral numa lógica de confrontação. O que se passou entre jotas (com um “graúdo” à mistura) no passado 1 de Maio foi apenas a materialização desta linha “ideológica” patética e vazia, onde a permanente desconfiança e a cultura do ataque personalizado leva a um jogo estúpido do gato e do rato, um espelho da ausência de verticalidade da uma grande parte dos jotas que fazem de conta que assistem às Assembleias Municipais do nosso concelho para se mostrarem interessadas quando na realidade optam por estar à porta (ou mesmo no interior da assembleia) a mandar bocas aos oradores ou a conversar sobre a festa do fim-de-semana passado.

Contudo, se existe local onde o consenso é alvo de chapadas, murros, roupa rasgada e sabres de luz, esse lugar são os blogues das estruturas trofenses da JSD e da JS. O planeta Kamino da blogosfera trofense. É aqui que, apesar do cinismo de algumas “narrativas” hipócritas sobre o respeito pela liberdade da opinião diferente, surgem os clones anónimos daqueles cobardes que não tem coragem de assumir as suas posições e ideais, optando pelo populismo e pelo boato. Uma pesquisa pelos dois blogues em questão mostrar-vos-á que nem 10% dos comentários estão atribuídos aos elementos das jotas mas que, constantemente, surgem aqueles que adoram tudo o que a jota diz, que foram vítimas de tudo aquilo que a jota denunciou, que concordam com todas as posições que a jota defende e que atacam todos os que discordam da jota, regra geral de forma baixa e insultuosa. Mas o mais impressionante é que muito raramente são elementos dessas mesmas jotas. São todos independentes! Alguns até votaram no partido da oposição no passado mas agora descobriram a verdade e perceberam que a Força estava do outro lado. Isto, claro, se quisermos acreditar nestas histórias, algo difícil caso a variável “racionalidade” seja equacionada.

Estes clones desprovidos de cérebro e racionalidade são a expressão da falta de cultura política daqueles que vivem para o poder e não para o serviço público. São a expressão da abordagem reles e desprezível daqueles que tentam destruir a oposição através do ataque pessoal e do boato fútil. São também altamente limitados na medida em que usam as mesmas expressões, as mesmas palavras contextualizadas da mesma forma e fogem ao debate quando a sua mediocridade é colocada em causa pelo mais simples argumento. Tal como os clones do filme de George Lucas não foram programados para pensar, servem apenas para andar à porrada, seja em que contexto for.

Mais curioso ainda é o facto destes “apartidários” não se encontrarem no Facebook. Quando aqueles que efectivamente promoviam o debate político se fartaram de tanta idiotice e se transferiram para a mais famosa rede social, os blogues foram ficando progressivamente às moscas. Talvez por isso tenha sido necessário aprimorar a estratégia. É que na sequência do “incidente” mal contado das jotas no passado dia 1 de Maio, os clones da blogosfera jota deram um salto evolucional para a rede social. De um momento para o outro dei por mim a ser acusado de ser a pessoa por trás de uma página chamada “Olhar a Trofa” por duas senhoras (Mónica Andrade e Beatriz Silva) que afinal não existiam. Essas senhoras falavam comigo como se me conhecessem e interagiam entre elas como se conhecessem uma à outra também apesar de não terem tido sequer tempo de serem “amigas” no Facebook. E ao bom velho estilo dos anónimos referidos, tentaram o ataque pessoal sem fundamento. Tentei falar com elas por mensagem mas nenhuma respondeu apesar de que uma delas me tinha enviado uma mensagem no dia anterior que dizia “Pelo menos um dos políticos com responsabilidades na Trofa tomou uma posição. Até pode ser só simbólica, mas é mais do que a presidente da câmara fez” e colou uma hiperligação para a “repreensão” do líder do PSD Sérgio Humberto aos acontecimentos de 1 de Maio.

Face ao “ataque” decidi procurar informação sobre as duas senhoras. Descobri que tinham adicionado as páginas das jotas e dos órgãos de comunicação social da Trofa no dia 1 de Maio, descobri que tinham quase os mesmos likes e que partilhavam as mesmas publicações ligadas à direita nacional. Descobri também que tinham ligações a pessoas do PSD Trofa. E quando senti que estava perto, descobri também que ambos os perfis já não estavam disponíveis. Podia-vos encher de outras coincidências mas para isso teria que escrever um episódio novo mas acho que já gastei tempo a mais com escumalha. Limito-me, portanto, ao óbvio: estes clones foram criados com o objectivo claro de provocar e retirar o foco daquilo que se passava. Acredito que a sua existência estaria programada para uma maior actividade mas o facto de terem sido excessivamente óbvios forçou os seus criadores a retirá-los da discussão. A fórmula do blog não funcionou na rede social e, tal como os clones dos blogs, atacaram de forma cobarde e desapareceram sem deixar rasto. Darth Sidious teria ficado orgulhoso! Ele, Estaline, Hitler e outros líderes da propaganda de orientação fascista que tentam fazer política da forma mais nojenta e desprezível possível. Por muito poder que venham a ter, serão sempre perseguidos pela consciência de serem pura e simplesmente escumalha. 

Depois de uma descida ao mais profundo do ridículo, o que leva alguém a cair neste sadomasoquismo óbvio e mal estruturado? Será que estes idiotas não percebem que já toda a gente percebeu o jogo deles? Admirável país onde tais criaturas ignóbeis e ingénuas são olhadas com admiração. Não se admirem se no futuro o império contra-atacar.

Advertisements
This entry was posted in O embuste and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

One Response to Episódio II – O Ataque dos Clones

Deixa aqui o teu comentário...

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s