Não deixem o Cinetrofa cair!

Casa da Cultura

Pois é caros leitores: fica a sensação que não tivemos dentes para as nozes que nos foram dadas. Apesar do excelente trabalho que considero que foi feito no âmbito desta iniciativa, a afluência da população ficou muito aquém das expectativas, com muitas sessões literalmente às moscas. Espero sinceramente que, apesar do desfecho, o Cinetrofa seja um projecto para manter e que, no futuro, se limem arestas para que a participação da população seja mais efectiva.

Nos últimos dias, algumas pessoas questionaram-me sobre o porquê do meu apoio tão convicto a este projecto, apesar do valor investido que aparentemente não se reviu na participação dos trofenses. A resposta foi simples: porque este é o tipo de iniciativa que estimula culturalmente um meio onde a oferta é praticamente inexistente, porque fazer cair o Cinetrofa à primeira adversidade é ter uma visão de curto prazo e porque este pode muito bem ter sido o ponto de partida para algo que dure por muitos e bons anos, crescendo de ano para ano em qualidade e participação. E a Trofa precisa deste tipo de iniciativas.

Suspeito que o investimento neste projecto será em breve utilizado como arma de arremesso político. É normal e não nos deve surpreender porque a política em Portugal é feita destas coisas. Mas espero que o executivo se mantenha firme na sua continuação, aprendendo com o erros que foram cometidos de modo a optimizar futuras organizações. Enquanto apoiante convicto do Cinetrofa, aproveito para deixar uma sugestão: na próxima edição, em vez de marcar o evento para o período entre Quarta-feira e Sábado, considerem a hipótese de começar e acabar um dia mais tarde. É menos um dia de trabalho pelo meio e mais um dia de fim-de-semana durante o qual mais trofenses poderão usufruir desta oferta. Foi excelente ter tido a oportunidade de ver bom cinema, com excelentes condições a 5 minutos de casa. Fico a aguardar pela edição de 2015!

*****

P.S. A Casa da Cultura tem um enorme potencial e pode ser ainda mais dinamizada pela CMT. Deixo aqui o meu desafio ao presidente Sérgio Humberto e ao vereador da cultura Renato Pinto Ribeiro para que procurem dar mais vida a este maravilhoso espaço que me parece longe de estar a ser aproveitado em pleno. Concertos, conferências, debates ou workshops com os inúmeros artistas que existem nesta terra são apenas a ponta de um icebergue de oportunidades.

Advertisements
This entry was posted in Cultura and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to Não deixem o Cinetrofa cair!

  1. Joaquim Azevedo says:

    louvo a posição assumida em defesa do Cine Trofa e da cultura so nao consigo entender como é que só o Cine Trofa é defendido e sobre o trabalho sem apoios publicos do Cine Clube da Trofa nem uma frase? ou será por ser realizado por Trofenses?

    • João Mendes says:

      Olá Joaquim,

      Apetecia dar-lhe uma resposta desagradável apenas pela sugestão “ou será por ser realizado por Trofenses”. É que o senhor não está a falar para os seus adversários políticos percebe? Mas não o vou fazer. Vou antes dizer-lhe que tenho uma vida para além de escrever, nas horas vagas, neste blog, e que nem eu, nem a minha colega, podemos ir a todos os assuntos porque, tal como o seu, o nosso dia tem apenas 24 horas. de qualquer forma Joaquim, o nosso blog está aberto, desde o primeiro dia, a participações de leitores que quiserem expor assuntos enviando-nos textos para publicação neste espaço. sinta-se livre para nos enviar o seu contributo sobre o Cine Clube da Trofa, ao qual imagino que esteja ligado e como tal melhor informado que nós.

      Cumprimentos

Deixa aqui o teu comentário...

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s