Europeias 2014: a principio da queda Seguro e o PS Trofa

Seguro

(Foto: TSF)

Um dos efeitos expectáveis mas ainda assim surpreendentes desta eleição e da vitória tangencial do PS sobre a coligação PSD/CDS-PP foi o inicio do processo que muito provavelmente terminará com a subida de António Costa a secretário-geral do Partido Socialista. Não falarei aqui sobre os tacticismos políticos de António Costa. Já o fiz no Aventar e não me vou repetir. Vou antes focar-me nos efeitos práticos que poderão estes movimentos ter na concelhia socialista trofense, tão intimamente ligada ao ainda líder do PS.

No debate público que se vem desenrolando desde a declaração de guerra do presidente da CM de Lisboa, tem sido recorrente a referência ao facto de António Costa ter forte influência nos grandes núcleos urbanos, com destaque óbvio para Lisboa, ao passo que se reconhece uma maior influência de Seguro sobre as concelhias do partido. A concelhia da Trofa não só não é excepção como tem sido, no passado recente, um bastião da liderança de António José Seguro.

Para quem duvidar da última frase, vou recordar alguns acontecimentos recentes envolvendo ambas as partes. Durante a campanha autárquica, a Trofa recebeu três visitas do secretário-geral do PS. A primeira visita aconteceu na apresentação da candidatura de Joana Lima às últimas autárquicas. A segunda, já na recta final da campanha, com a presença de Seguro numa caminhada pela obra controversa e “acelerada” do Parque das Azenhas, durante a qual o líder do PS se desfez em elogios à então presidente da CMT e onde não se inibiu de “dançar” as coreografias dos monitores do Aquaplace que apoiaram a candidata. Finalmente, no derradeiro dia de fecho da campanha, Seguro voltou uma vez mais à Trofa, em prime time, para a terceira e última passagem pela Trofa.

Corrijam-me se estiver errado, mas não tenho recordação de tantas passagens pela Trofa de um líder partidário em contexto de campanha. Diria até que, na campanha das Autárquicas, foi o único líder partidário que por cá passou. E para quem pensa que o motivo de tanta atenção pelo nosso concelho tenha alguma coisa a ver com a Trofa e as suas boas gentes, sugiro que pense outra vez. Seguro veio cá essencialmente por dois motivos: o receio de perder uma autarquia subtraída aos sociais-democratas no acto eleitoral anterior e a lealdade interna da concelhia da Trofa para com a liderança de António José Seguro.

Se tal não for ainda suficiente, recordo-vos outro caso. Na sequência da polémica que envolveu as internas do PS Trofa, António José Seguro interveio no processo que terminou com deliberação favorável à facção de Joana Lima. Não sei se se trata de um expediente comum e como tal consultei um amigo socialista da distrital do Porto que me confirmou que não é comum um secretário-geral do partido interferir num processo desta natureza. Vale o que vale mas penso que estamos esclarecidos quanto à “relação de proximidade” entre Seguro e a concelhia da Trofa.

Consta que na próxima semana haverá uma reunião da Comissão Política do PS Trofa onde é expectável que fique determinada a posição da estrutura relativamente à contenda Seguro/Costa. Correndo o risco de me enganar, aposto todas as minhas fichas em como a concelhia irá apoiar António José Seguro. Até porque, nestas coisas da política, as promessas não se ficam pela tentativa de ilusão do eleitorado. As Legislativas estão a menos de um ano de distância e Seguro sabe quem integrará a sua lista para o Parlamento. Perder um tacho destes na praia e de ânimo leve não será opção para quem “beijou o anel do padrinho”. Mas a vitória de Costa parece ser um dado adquirido. Será este o princípio do fim do consulado dos “joanistas” no PS Trofa? E os homens de Mário Mourão? Como se alinharão? São respostas que saberemos em breve. Aguardemos…

Advertisements
This entry was posted in Europeias 2014 and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

One Response to Europeias 2014: a principio da queda Seguro e o PS Trofa

  1. Pingback: Pessoas que incomodam pessoas | …e a Trofa é minha!

Deixa aqui o teu comentário...

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s