Europeias 2014: afinal, a direita trofense levou uma “coça” maior do que me pareceu…

Fail

Devido a um erro na interpretação dos números, típico dos amadores, fiz uma péssima leitura dos resultados eleitorais da coligação PSD/CDS-PP, a Aliança Portugal (AP), na Trofa. Se continua a ser válido que a vitória é clara, e que a mesma se deve, na minha opinião, aos mesmos factores que lá enunciei – forte militância social-democrata e popularidade do edilos números da direita trofense são bem piores do que à primeira vista me pareceu. Porque não tive em consideração que, em 2009, os dois partidos que compõem a AP concorreram separados. E isso muda todo o cenário.

Erro nº1: a Aliança Portugal não caiu 0,95%. A AP obteve um resultado de 35,45% mas a soma dos votos do PSD e CDS-PP, que concorreram separados em 2009, foi de 46,41% o que faz com que a queda seja de 10,96%!

Erro nº2: a AP não perdeu 878 votos. A AP perdeu 2226 votos! Em 2009, a votação do PSD foi de 4902 votos (mais do que o resultado da própria AP este ano) e a do CDS foi de 1348 votos. Juntos totalizavam 6250 votos, 5 anos depois descem para 4024, uma queda de cerca de 35% face a 2009.

Erro nº3: a queda da AP representa 41,5% da abstenção. Se olharmos para a abstenção em termos de votos, a queda da direita coligada (2226 votos) ultrapassa a abstenção (2116), passando a representar 105% da mesma. Não é “quase metade”, são mais do que duas metades!!!

Pouco tempo depois da expectável mas ainda assim estrondosa vitória nas autárquicas, e ainda em estado de graça, o executivo camarário sofre uma derrota que, não sendo sua, é dos partidos que integram e que têm na Trofa um importante bastião. Pelo menos social-democrata. Apesar da vitória, clara, o protesto dos trofenses parce ter subido abruptamente e a direita vê o seu eleitorado encolher significativamente. Existem mais ilações que podem ser daqui tiradas do que possa à primeira vista parecer. Deixemos isso para outra ocasião que ainda falta falarmos do último grande herói trofense do voto de protesto: Marinho Pinto.

P.S. Obrigado ao Marco Ferreira pela chamada de atenção. A pressa é inimiga da perfeição.

Advertisements
This entry was posted in Europeias 2014 and tagged , , , . Bookmark the permalink.

3 Responses to Europeias 2014: afinal, a direita trofense levou uma “coça” maior do que me pareceu…

  1. António says:

    Desculpem…

    A direita sofre uma derrota estrondosa, mas mesmo assim fica à frente do PS. Fantástico…

  2. Anonymous says:

    nao desculpo se somares a esquerda vais ver que ficou atras nao mistures alhos

Deixa aqui o teu comentário...

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s