A dualidade de critérios dos fanáticos da austeridade

Passos-Coelho-na-Trofa-4

(Foto: O Notícias da Trofa)

Apesar de terem já passado mais de três semanas desde a visita relâmpago de Pedro Passos Coelho, que tanto trabalho deu aos sociais-democratas trofenses para encobrir, regresso a este tema para abordar um “detalhe” muito específico deste passeio da casa-real do PSD à Trofa.

Existe um grave problema de dualidade de critérios entre as gentes de direita. Porque é incoerente que as mesmas pessoas que se unem em torno do fanatismo da austeridade com argumentos como “os portugueses gastaram acima das suas possibilidades“, “os socialistas são muito bons a gastar o dinheiro dos outros” ou “é necessário cortar despesa para que o ajustamento da economia portuguesa aconteça“, aceitem de ânimo leve que o auditório de uma junta de freguesia seja cedido gratuitamente a um partido que é financiado em dezenas de milhões de euros anuais (logo tem capacidade financeira para pagar um valor, ainda que simbólico), passando o custo para os bolsos vazios dos portugueses “gastadores“. E isto vale para os seguranças do primeiro-ministro ou para os dispositivos policiais (foram destacados 12 agentes da GNR juntamente com 3 carrinhas do corpo de intervenção de Santo Tirso para o “evento”) que nessa noite serviram o PSD e não o Estado que os paga. São trocos? Até podem ser. Mas não sou eu nem vocês que os devemos suportar. Nós já somos assaltados mensalmente através dos impostos que Passos, o aldrabão, dizia que não ia aumentar ou dos salários que o mesmo desonesto senhor dizia que não ia cortar.

Como se tudo isto não fosse suficiente, o insólito aconteceu (ver segunda parte do artigo do NT). Chegados do S. Gonçalo, um grupo de romeiros que habitualmente termina a caminhada na Casa do Porto fez estourar uma bomba de Carnaval. O hábito, segundo declarou um dos envolvidos, até costumava ser o lançamento de fogo-de-artifício, mas dado o falecimento recente de um familiar, optou-se por um registo mais comedido. E o que aconteceu em seguida? Os perigosos “terroristas” viram-se invadidos pelos seguranças do primeiro-ministro ao serviço do PSD que tentaram levar o suposto perpetrador da tentativa de “atentado”.

Os romeiros ficaram indignados. Não só porque – e tal como a esmagadora maioria dos trofenses – não sabiam da visita de sua alteza, mas principalmente porque é realmente patético que se entre por um estabelecimento de forma intempestiva devido a uma bombinha inofensiva. Segundo o artigo do NT, que cita fonte do destacamento policial, “imperou sempre a boa educação e o bom senso por parte dos romeiros”, gentileza que é retribuída pelos romeiros aos agentes da autoridade. Aparentemente, esse bom senso só não imperou entre os seguranças do Estado que nós pagamos para que o PSD faça uso deles quando necessário, invasões desproporcionais incluídas!

Sim, eu sei que tudo isto é legal e considerado “normal”. Mas outras obscenidades foram consideradas “normais” noutras eras. A minha dúvida reside no tempo em que demoraremos, enquanto sociedade, a perceber que o discurso destas pessoas não bate com a perdigota. Que pedir todos os sacrifícios e mais alguns aos portugueses, enquanto se vive noutra realidade de luxo e desbarato de dinheiros públicos é pura e simplesmente irracional. E é tão culpado quem mantém este estado de coisas como quem dá a cobertura e o apoio que o legitimam. Será que alguém acredita verdadeiramente que tais práticas são correctas e moralmente aceitáveis no contexto de emergência social em que vivemos?

Advertisements
This entry was posted in PSD-Trofa and tagged , , , . Bookmark the permalink.

One Response to A dualidade de critérios dos fanáticos da austeridade

  1. joaquim azevedo says:

    O nosso Presidente de Junta João Paulo, está de parabéns, porque acusou os ex presidentes de junta gastar dinheiro, que estava a cobrar os alugueres dos feirantes e agora deixa ocupar as instalações da freguesia por um partido gratuitamente.

Deixa aqui o teu comentário...

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s